Vejo muitas pessoas que consideram que o objetivo pelo qual foram criadas por Deus é encontrar a tal da felicidade. E obviamente tais pessoas sofrem decepções seguidas em suas vidas, simplesmente porque convivem com um sentimento de prejuízo; já que na prática a felicidade vinculada a satisfação de nossos desejos raramente é alcançada.

Mas biblicamente é explícito que Deus não tem compromisso algum com nossa felicidade. Deus nos ignora completamente e faz questão de frustrar nosso desejos. Nosso Senhor é o grande estraga prazeres. E nós seremos eternamente alheios aos planos de Deus enquanto não compreendermos o real sentido da vida.

O objetivo pelo qual cada um de nós foi criado é DAR A SUA VIDA EM FAVOR DE OUTROS. E apenas quem compreende tal coisa irá encontrar a verdadeira felicidade que acompanha aqueles que discerniram seu chamado e vocação. Portanto, não faz diferença se as pessoas que você é obrigado a suportar colaboram ou não com seus planos. Independente do grau de dificuldade, não há outra coisa a ser feita senão cumprir cabalmente a ordem de nos relacionarmos. E não nos esforçamos para sermos “bonzinhos” para alcançar o céu. Na verdade apenas aqueles que já compreendem que são cidadãos do céu é que não conseguirão evitar o dar tudo de si mesmo.

Somente seremos mais que vencedores quando aprendermos a perder em favor daqueles que não merecem. E não é difícil encontrar tais pessoas, pois raramente alguém merece algo de bom.

Devido ao fato de todos estarmos debaixo da vontade divina com relação a nossa “data de validade”, cabe a nós naturalmente rapidamente expressarmos qual o propósito de nossa existência. Aqueles que irão se perder, rapidamente expressando a perdição em cada respiração. E aqueles que serão salvos, progredindo no sentido do único caminho.

Morrer por uma causa é nobre, mas a morte só é digna quando aprendemos a viver pelo que verdadeiramente vale a pena.

E nós que somos salvos não podemos resistir. Morreremos em plena felicidade por que sabemos que nossa pátria não é deste mundo. Não importa o quanto o fogo queime. A lenha logo acaba; e a VIDA ETERNA se revela com toda a sua plenitude.

Ariovaldo Jr.

One thought on “O que é felicidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *