DEVOCIONAL A REVELAÇÃO DA INTERCESSÃO
27/06/18

Quando estudamos o ministério eterno de Jesus, surgem duas revelações distintas relacionadas à intercessão: seu poder e sua simplicidade. Examinaremos cada uma dessas realidade, começando com o poder da intercessão. Acredito que a Igreja precisa desesperadamente de uma nova revelação do poder da oração. Se Jesus vive para sempre a fim de interceder, se Deus optou por derramar Seus recursos através do declarar da palavra desde a eternidade passada até o momento presente, então, muito mais nós devemos construir nossa vida e ministério em torno dessa realidade!Acredito que o Espírito Santo está pairando sobre nós, assim como Ele fez em Gênesis, esperando para derramar luz sobre as trevas, à medida que formos cheios do conhecimento da vontade de Deus e declararmos Seus desejos.

Neste momento, a Igreja tem despertado para essa revelação e retornado à simplicidade de cantar e falar as palavras de Deus como principal meio de ver Sua vontade manisfestada na terra. Os centros governamentais de maior autoridade não estão nos palácios de governo ou nas assembleias legislativas. Eles são encontrados em nossos lugares de oração. Quando as palavras de Deus são faladas e cantadas de volta para Ele, Seu poder é liberado. Essa verdade elementar e, ainda assim profunda, revolucionará a Igreja e conectará os cristão com a única fonte real de autoridade. Os pensamentos de Deus expressos através da Palavra de Deus trazem o espírito de Deus. Essas orações transcendem o tempo e a distância, e seu poder não pode ser contido ou retido. Quando os cristão declaram a palavra em concordância com Deus, até mesmo so lugares mais sombrios e impenetráveis são preenchidos com a luz do Espírito.

A segunda revelação sobre intercessão tem a ver com sua profunda simpliciade.Pode parecer que isso entra em contradição com a primeira revelação, que trata do poder governamental e a autoridade da oração, mas o poder e simplicidade andam de mão dadas. Muitos cristãos se achegam ansiosos pela manifestação imediata do poder, mas o testemunho comum em toda a história da Igreja é que o poder é precedido por décadas de intercessão regular e fiel. Não me interpretem mal:amo a glória manifestada de Deus e as historias de vitórias sobrenaturais. Mas muitos de nós caíram na armadilha de quer receber de Deus apenas dessa maneira. O fato é que precisamos entender a simplicidade e o poder da intercessão.

Em sua essência, a intercessão é simplismente dizer a Deus o que ele nos diz para lhe dizer.Gosto de descreve-la como inspirar e expirar: inspiramos os desejos de Deus e os expiramos de volta para ele. Esse é o Seu método brilhante de incluir os santos em Seu governo. A oração é acessível a todos. Pedi a Deus para agir em nosso favor é tão simples que qualquer um pode fazê-lo – e tão simples que quase ningúem o faz. De fato, a fraqueza, a simplicidade e a humildade da intercessão fazem com que muitos cristão não creiam na sua eficácia. A intercessão não consiste em tocar nossas emoções. Trata-se de nos posicionarmos firmes em nossa revelação da palavra de Deus e sermos parceiros de Jesus ao declarar os desejos do Pai. O próprio Deus escolhe coisas fracas, tolas e insignificantes para envergonhar as coisas sábias, poderosas e fortes deste mundo para que nenhuma carne se glorie em Sua presença (ICo.1:27-29)

A GLÓRIA DA PARCERIA

Deus projetou que Seu governo fosse liberado por meio da simpliciade da intercessão porque ele deseja se relacionar. Deus não faz as coisas sozinho. Ele desperta os seres humanos, os chama à amizade e, então, atravês de suas orações e sua vida, eles manifestam as coisas escondidas no coração de Deus.
Deus deseja que conversermos com Ele porque isso une o nosso coração ao dele. Onde nossa boca vai, nosso coração segue. Muitos cristão caem na armadilha de pensar que sua participação realmente não importa porque Deus é soberano, mas escolheu envolver homens e mulheres na liberação de Seus planos e propósitos. Quando Ele inicia seus planos, requer que amigos e parceiros estejam com Ele e os declarem para trazê-los à manifestação.

Tendo em vista o papel central que desempenhamos na liberação do Reino por meio da intercessão, acredito que uma das maiores necessidades dos nossos dias é que o espírito de sabedoria e revelação nos preencha de novo com o conhecimento da vontade de Deus, a fim de que possamos orar com compreensão e estar em concordância com o coração de Deus. É o mesmo que Paulo clamou em favor da igreja em Colosso. Sua oração era para que os fiéis recebessem entendimento espiritual dos desejos e planos de Deus para que fossem frutíferos. Somos convidados a conhecer Deus e a realizar todas as boas obras disponíveis para nós em Cristo. Mas fazer isso exige ser preenchido com o conhecimento da Sua vontade,e isso requer revelação.

A revelação nos faz ver verdades invisíveis ou escondidas sobre quem Deus é e quem somos nele. Quando recebemos a revelação, o Espirito Santo desvenda para nós a Palavra de Deus e deposita confiança sobrenatural, fundamentada nessas verdades, dentro dos nossos corações. Essa revelação é a fonte da fé na intercessão. A fé não está cegamente tropeçando no desconhecido ou desesperadamente desejando que algo aconteça; ela é a confiança enraizada em nossos corações, com base no que vemos por meio da revelação. A fé se posiciona sobre a revelação e pede que o invisível se manifeste.

É por isso que o autor de Hebreus descreve a fé como “o firme fundamento das coisas que se esperam, e aprova das coisas que se não veem” ( Hebreus 11:1). Em outras palavras, atraves da revelação, recebemos a garantia de que podemos confiar em realidades que são invisíveis,e então nossa fé faz com que o invisível se torne visível. “Pela fé entendemoss que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente” (Hb 11:3). Há muitas pessoas que tentam caminhar nos princípios da fé e chamar o invisível à existência, nas fazem isso fora da revelação. Precisamos enxergar primeiro. O Espírito precisa nos preencher com o conhecimento da Sua vontade antes que se a fé possa operar.

A Biblia contem heróis da fé, Homens e Mulheres que viveram e respiraram a revelação da intercessão: através de suas palavras simples e lágrimas, eles viram o poder Deus manifestado de maneira profunda. Suas histórias nos convidam a uma vida de oração que nos levará a estar face a face com Deus e impactará as nações.

Oração um chamado para TODOS • Jesus for life! ( Jesus é para vida)
Imersão

Fonte:Adpatado do livro Oração: Por que nossas palavras importam para Deus?,Corey Russell.
Medite:

Efésios 1:17 Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele.

Colossenses 1:15-17 Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação,pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.

Hebreus 11:1Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *