Jesus é o Caminho.
Caminhos surgem por causa de propósitos: um deles é a sobrevivência.
Caminhos são abertos para servirem de direção, seguirmos por eles, para ir e vir com liberdade.
Caminhos servem para alcançar e prosseguir para lugares mais distantes do que estamos hoje.
Há caminhos por terra, céu e mar mas nenhum caminho desses podem nos conduzir a Deus e aos relacionamentos, a não ser Jesus pelo caminho dos corações.
Quando diz “eu sou o caminho” Jesus se identifica como Filho de Deus, um caminho maior que se inicia em nós quando partimos a conhecê-lo primeiro. “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!”
Aprendemos dEle quando andamos nEle.
Andar em Jesus significa sentir e fazer as obras que Ele mesmo realizou com a ajuda do Espírito Santo.
Sem a ajuda do Espírito Santo haveriam trevas, matas fechadas, entraves no caminho.
O Espírito Santo vai aplainando os morros e os vales, dificuldades para o acesso direto a Deus através de Jesus.
Vales assustam, podem ser escorregadios e nos fazerem cair. Montes cansam, tornam os passos lentos e paralizantes, gastando as forças com as quais poderiamos correr livres pelo caminho.
Jesus propõe a idéia de Caminho, não uma auto estrada rápida, nem um atalho duvidoso e tortuoso que pode terminar em um abismo, mas um Caminho reto, pelo qual caminhamos decididos, confiantes, com surpresas surgindo a cada passo nessa paisagem de amor, de flores perfumadas, frutos excelentes, um abrigo para a chuva, uma pausa para um descanso, companhias agradáveis que compartilham da mesma vida que há em suas promessas, e por fim, o Trono.
O único caminho que leva-nos ao Eterno é Jesus.

pra.Luci Valence Sant Anna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *