Quantos de nós já não deixamos alguma tarefa para a última hora?
Deixar para a véspera da prova para estudar. Crendo que estando mais perto da data da prova, mais facil de se lembrar da matéria. Postergar o momento de arrumar o quarto, e somente se atentar para esse “detalhe” quando você abre a gaveta de cuecas e encontra um “all star” guardado? (bagunça? Imagina…). Pagar uma conta às 15h30 no banco, e perder 15 min tentando passar pelo detector de metais. (e o segurança do banco olhando feio).  Levantar da cama faltando 10 minutos para estar atrasado 40 min… Ou seja, atrasado!

Por que vivemos adiando a oportunidade de amar?
Amar a Deus, ao proximo e a si mesmo?

Tudo isso faz parte da nossa rotina. Pois deixar para depois é tirar alguma tarefa que está atolando sua rotina hoje, e coloca-la em outra programação, seja amanhã, ou outro dia.

Então, deixar as coisas para depois não é uma coisa “ruim”. Pense nisso.
Afinal, todos nós adiamos tarefar porque precisamos de conforto. Já temos correria demais.
Trabalho, estudos, família, namorado (a), lazer, etc… E consequentemente, amar a Deus e ao próximo se torna um cansaço a mais no meu dia a dia.

Segundo o livro de 1João 4, percebemos a ênfase que o autor da a revelação de permanecer no amor significa Deus permanecer em você, pois Ele é o amor. O que nos leva a crer que Amar a Deus é muito mais do que uma simples religião. Amar a Deus é amar as coisas de Deus.

A proposta de Deus ao entregar o seu único filho é chamar nossa atenção ao seu apelo. “Por que Deus amou o mundo de tal maneira que Deu o seu Único Filho… Para que pudéssemos ter a vida eterna”

Deus deu.
Ele poderia adiar isso, pois nós não somos dignos de nada.
Muito menos de recebermos o seu Filho, Santo, Puro e Amor como pagamento dos nossos pecados.

Da mesma forma Cristo, homem e filho de Deus, poderia ter traçado outro caminho como todo o seu poder, mas ele escolheu amar. E cumprir seu propósito.

Quantas vezes escolhemos adiar a oportunidade de amar. Adiamos a oportunidade de amar a Deus, amar as pessoas, e amar as coisas de Deus simplesmente pelo beneficio próprio. Precisamos de conforto.

Não deixe para amar amanhã, pois Deus “deu”, e Cristo pagou com a sua morte ao amar você e eu. Não deixe para amar amanhã as pessoas, pois pode ser tarde demais.

Permaneça no AMOR, pois o próprio AMOR te ama.
Deus te ama.

Rafael Bicudo.

Link / Ótica do Amor: http://www.myspace.com/ilustrevida/music/songs/ptica-do-amor-81659977

Assista a pregação online: http://vimeo.com/28947009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *